Você conhece o Sega Pico?

Com um nome engraçadinho, Sega Pico foi um console projetado pela Sega nos anos 90 para atingir crianças de 3 a 8 anos. Lançado no Japão em 1993 e em 1994 nos Estados Unidos, também chegou no Brasil pelas mãos da Tectoy no meio dos anos 90 e, como parte da história da empresa, o console também chegou a ganhar algumas versões traduzidas de jogos de fora.

Créditos: Zadoc, no imgur.
O Sega Pico usa o mesmo hardware do Mega Drive, apenas faltando um chip para som FM. Sua aparência também era bem diferente dos consoles da época, parecendo um laptop e podendo ser fechado para ser guardado. Pico não vinha com controles, mas tinha botões embutidos: Um grande e vermelho, e outros quatro botões menores de outras cores; além de um draw pad que funcionava com uma caneta stylus presa ao console, que quando pressionada, funcionava como outro botão.
Seus jogos se chamavam “Storyware” e não eram cartuchos convencionais, eles vinham em formato de livros ilustrados que eram encaixados na parte de cima do “laptop” e tinham páginas. A cada página virada o jogo mudava de cenário na televisão e acompanhava o livro com vozes e músicas únicas.
Créditos ao blog Mi Colección de Videojuegos

Os jogos do Sega Pico usavam os personagens já conhecidos da Sega e de outras marcas, como o Mickey da Disney e a Hello Kitty. Com foco apenas em jogos educativos, os temas eram diversos: música, leitura, matemática, história e arte para as crianças colorirem digitalmente.

Enquanto nos EUA o console fracassou e contou com uma biblioteca de apenas 20 jogos entre 1994 e 1998, o sucesso do console no Japão rendeu uma biblioteca de quase 300 jogos e suporte de pouco mais de 10 anos, sendo descontinuado apenas em 2005, para dar espaço ao seu sucessor (o Advanced Pico Beena). Já no Brasil, Sega Pico não chegou a fazer nenhum sucesso e acabou sumindo do mercado sem que ninguém percebesse.

Curiosidade: O Pico chegou a ganhar uma edição limitada de Pokémon que contava com o rosto do Pikachu no console. Assim como também ganhou 3 jogos da linha, sendo o primeiro e único console da Sega a receber jogos da Nintendo.

Observação: A imagem de capa é do storybook do Sonic the Hedgehog’s Gameworld.

Quer saber mais sobre os outros consoles da Sega? Ouça nosso podcast de duas partes sobre a história da Sega!

A História da Sega: Parte 1

A História da Sega: Parte 2

Mais posts
História da Realidade Virtual | parte 2

Um dos primeiros episódios do podcast Bichos Geeks falou sobre realidade virtual, acompanhando projetos como a Power Glove da Nintendo Read more

História da Realidade Virtual | parte 1

Um dos primeiros episódios do podcast Bichos Geeks falou sobre realidade virtual, acompanhando projetos como a Power Glove da Nintendo Read more

Podcast #3 – Sega – Parte 2

Ouça sobre a história da SEGA, seus consoles, seus jogos e mascotes mais populares e a concorrência com a Nintendo Read more

Podcast #3 – Sega – Parte 1

Ouça sobre a história da SEGA, seus consoles, seus jogos e mascotes mais populares e a concorrência com a Nintendo Read more

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.