História do desenvolvimento de Pokémon

O Nome

O nome Pokémon não existe em plural, assim como o nome dos bichos. Ou seja, o certo é falar “Os Pokémon” ou “Os Pikachu”. Nos jogos iniciais apareceram personagens falando em plural “Digglets” mas isso foi corrigido no remake FireRed e LeafGreen.

O Início: Game Freak e o primeiro jogo (que não era Pokémon!)

Satoshi Tajiri gostava de andar em campos e florestas da região onde morava, e ficava procurando insetos para colecionar. Depois que construiram um condomínio residencial onde ficava, Satoshi mudou seu interesse para os arcades. Chegou a faltar aulas para jogar, e teve um em casa. Seu amor era tanto que fundou uma revista aos 17 anos: A Game Freak.

A revista ganhou um pouco de notoriedade na época. E com isso ele aumentou ainda mais seu interesse por jogos, deixando de escrever sobre eles-mas para começar a criá-los. Aprendeu a desenvolver e chamou mais dois amigos para a equipe: Junichi Masuda (compositor da trilha sonora dos primeiros jogos do Pokémon, e atual membro da diretoria) e Ken Sugimori (criador do design dos primeiros 151 primeiros pokémons, mangaka, e concept artist dos filmes do Pokémon).

Seu primeiro jogo foi um puzzle chamado Mendel Palace, ou Quinty no Japão, para NES, lançado em 1989. E continuaram desenvolvendo jogos para NES, Super NES e até para Mega Drive. O gameplay acima mostra o finalzinho do jogo. Na história, sua namorada é sequestrada por outra menina. Ele pode ser jogado por 1 ou 2 jogadores em co-op, e os protagonistas devem girar os quadrados no chão para mudar o trajeto dos inimigos e revelar novos quadrados. Eles avançam de fase quando todos os inimigos colidem com a parede, ou com um quadrado que não pode ser ultrapassado.

Pocket Monsters

Em 1990, Satoshi viu duas crianças jogando Game Boy com um cabo link e, também com a influência dos monstros que Ultraman guardava em cápsulas, teve a ideia de transportar seu hobby de infância, a caça de insetos, para o mundo dos jogos. Ele apresentou sua ideia para a Nintendo com o nome inicial de CapuMon, ou Capsule Monsters, que acabou tendo seu nome mudado posteriormente para Pokémon, ou Pocket Monsters.

A Nintendo não viu um grande sucesso na sua ideia, apesar de gostar da ideia de um outro uso para o cabo link, além de fazer com que os jogadores apenas jogassem uns contra os outros. Apesar disso Shigeru Miyamoto, criador de Mario e Zelda, viu potencial e decidiu ajudar no projeto. Miyamoto convenceu a Nintendo a publicar o jogo, e ainda ajudou com ideias e prestou consultoria durante o desenvolvimento.

Infelizmente, a Game Freaks chegou a passar por problemas financeiros, com funcionários com pagamentos atrasados ou se demitindo, e Tajiri sendo sustentado pelos seus pais. Para tentar voltar a se estabilizar, a Game Freaks chegou a lançar jogos para Super NES, como os puzzles Yoshi e Mario & Wario; e Mega Drive, como o Magical Taruruto-Kun (uma adaptação de um anime) e Pulseman, um jogo de ação que viria a se tornar um jogo cult entre os retrogamers.

Mesmo com outros projetos, a Game Freaks ainda não tinha dinheiro suficiente para arcar com as despesas de Pokémon. Só que aí, a Ape Inc., futura Creatures, decidiu ajudar a financiar o projeto da empresa. Com isso, agora três empresas têm o direito sobre a marca Pokémon (Nintendo, como publisher dos jogos e marketeira, Game Freaks como desenvolvedora e a Creatures como investidora da marca).

Com esse gás eles conseguiram concluir o projeto e, em 1996, chega nas lojas japonesas os jogos Pokémon Red & Green, e em 1998 no resto do mundo.

O Resto da História

As vendas no início do lançamento dos jogos foi bem morno, sem causar um estardalhaço muito grande e sem chamar muita atenção. Mas por causa do rumor de um pokémon secreto, seguida de uma promoção de uma revista para a distribuição do Mew, foi gerada uma grande comoção entre os jogadores. A atenção toda aumentou as vendas tanto dos jogos quanto do Game Boy, e foi um sucesso.

A Nintendo aproveitou e em pouco tempo lançou uma nova versão do jogo com gráficos e sons melhores, o Pokémon Blue (que posteriormente foi a versão enviada para os EUA), e investiu em outras mídias como um mangá de humor que contava as aventuras do treinador Red com seu companheiro Clefairy.

Além do anime, diversas outras linhas de mangá foram lançadas em seguida, uma delas, o Pokémon Adventures, é publicado até hoje. Para dar suporte à linha Pokémon, as empresas responsáveis decidiram montar a Pokémon Company em 1998, que é uma central responsável pela marca pelo mundo inteiro.

Anime

O anime do Pokémon está no ar desde 1997 no Japão, e já conta com 1020 episódios (até agosto de 2018), e continua a lançar mais para servir de marketing para os novos jogos. Atualmente a série apresenta o nome XY series e Sun & Moon, para divulgar os jogos mais recentes.

Curiosidade: Ash chega a ser um campeão em uma das ligas (Liga das Ilhas Laranja), então ele não é um perdedor tão ruim assim, apesar de ter perdido outras 5 campeonatos.

Além dos animes, existem os filmes Pokémon que geralmente envolvem os pokémons lendários de cada geração. Até hoje são 21 filmes pokémon, com o último sendo Pokémon O Filme: O Poder de Todos.

Já ouviu o nosso podcast sobre os jogos de Pokémon? Falamos do desenvolvimento da série tal como neste testo, assim como também comentamos sobre boa parte dos jogos. Você também pode ouvir o podcast no Youtube:

Todos os posts sobre Pokémon

Fontes

http://bulbapedia.bulbagarden.net/wiki/History_of_Pok%C3%A9mon#cite_note-4

http://www.poke-blast-news.net/2015/08/trajetoria-dos-jogos.html

http://www.poke-blast-news.net/2010/10/anime-ranking-de-audiencia-de-animes.html

https://www.youtube.com/watch?v=geT_fx8dbtI

http://www.polygon.com/2014/6/19/5745732/what-is-the-pokemon-company

http://content.time.com/time/magazine/article/0,9171,34342-3,00.html

http://bulbapedia.bulbagarden.net/wiki/Region

http://bulbapedia.bulbagarden.net/wiki/Pok%C3%A9mon_games

http://pokeinformador.webnode.pt/a-historia-dos-pokemon/

http://www.poke-blast-news.net/2013/12/materia-origem-do-universo-pokemon.html

http://www.poke-blast-news.net/2010/10/anime-ranking-de-audiencia-de-animes.html

http://bulbapedia.bulbagarden.net/wiki/Villainous_teams#Team_Flare

 

Mais posts
Você conhece o Sega Pico?

Com um nome engraçadinho, Sega Pico foi um console projetado pela Sega nos anos 90 para atingir crianças de 3 Read more

Bichos Geeks em outros podcasts e canais!

Veja aqui a primeira edição do nosso compilado de casts e participações Aperte o PLAY!, Game Studio #09 – Castlevania Read more

Guia Geral de Pokémon Go

Veja instruções sobre como começar a vida em Pokémon Go, incluindo itens, status dos Pokémon e como capturá-los, batalhas, ginásios, Read more

Capturando o Pikachu no Pokémon Go

Veja como capturar o Pikachu em Pokémon Go, que além de ser um bichinho icônico da franquia, também é um Read more

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.