Yuzo Koshiro, o mestre da game music

Yuzo Koshiro nasceu em Tóquio e é filho de pai artista e mãe pianista, já levando no sangue o dom para artes. Além de ter aprendido com sua mãe a tocar piano aos 3 anos, também chegou a ter aulas com o compositor de filmes Joe Hisashi, hoje conhecido como o compositor dos filmes de Hayao Miyazaki (A Viagem de Shihiro, O Castelo Animado.) Ainda na adolescência, chegou a compor algumas músicas só por diversão, sob grande influência das trilhas sonoras de Tower of Druaga, Space Harrier e Gradius. A trilha sonora desses três jogos somadas ao seu conhecimento na música o levaram a maior decisão de sua vida: Ser um compositor de videogames.

Seu primeiro trabalho na área de jogos foi em Xanadu Scenario II para PC e MSX. Koshiro compôs algumas demos e enviou uma fita para a desenvolvedora do jogo, a Nihon Falcom, que simplesmente comprou os direitos sobre elas e as inseriu no jogo, sem o devido envolvimento do Koshiro no processo de desenvolvimento. Essas músicas acabaram sendo os temas de abertura e de dungeons do jogo. Essas suas primeiras composições tem como influência as trilhas sonoras de arcades antigos e de uma banda de j-rock da época, The Alfees.

Depois de trabalhar em trilhas sonoras para jogos da Nihon Falcom, Yuzo Koshiro se tornou freelancer, compondo trilha sonoras para diversos jogos para PC, mas um de seus maiores trabalhos nesse período foi para a Sega em The Revenge of Shinobi. Com forte influência da house music e de música tradicional japonesa, The Revenge of Shinobi foi uma mudança para o estilo de música de Koshiro nos games, já que anteriormente suas músicas tinham uma pegada mais rock e agora ele passaria a usar mais música eletrônica de diversos tipos em suas composições para a Sega, o que seguiu por toda a série Shinobi e Streets of Rage.

E por falar em Streets of Rage, não dá pra ficar de fora, é um de seus trabalhos mais marcantes nesse post. A trilha sonora de Streets of Rage sofre influência da música eletrônica da época, o Eurodance ou “poperô,” como o conhecemos aqui no Brasil (que veio da música Pump It Up). Essa trilha sonora também traz bastante do ritmo do rap e do hip hop americano.

Depois de sua vida como Freelancer, Koshiro ajudou a fundar a Ancient Corp, empresa de desenvolvimento de jogos fundada por sua mãe, com gestão do próprio Koshiro e tendo sua irmã como designer gráfico e de personagens. Além de desenvolver jogos, a Ancient (entenda por Koshiro) também compunha músicas para outros jogos. Com uma longa lista de jogos em seu currículo, a Ancient Corp. funciona até hoje. Um de seus trabalhos mais bonitos é a trilha sonora de Shenmue, que Koshiro compôs junto com Takenobu Mitsuyoshi (Daytona USA, Virtua Racing), criando uma ótima ambientação para o mais ambicioso jogo da Sega.

Yuzo Koshiro ainda trabalhou em outras trilhas sonoras, passando por Namco × Capcom, Castlevania – Portrait of Ruin, Super Smash Bros. Brawl, Kid Icarus Uprising, entre outros. Atualmente seu nome está marcado na série Etrian Odyssey, um RPG dungeon crawler para DS e 3DS.

E é isso sobre um dos maiores compositores da história dos videogames, sua trajetória e alguns de seus trabalhos. Para fechar esse post uma versão orquestrada da trilha sonora do Actraiser, um jogo sensacional para SNES, com trilha sonora com influência clássica criada pelo mestre.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

2 comments

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.