Podcast #1 – Diablo 3 – Parte 3

Bichos! Bem vindos ao nosso quarto podcast!

E no nosso terceiro e último episódio do especial sobre a trilogia Diablo, Juliane Hernandes Barone (Anebarone), Marcos Tirso, Smailin Socker e o convidado Lichbones conversam sobre o destino dos criadores da série pós-Diablo 2, o porquê do segundo ato desses jogos ser sempre no deserto, contam toda a história do jogo e muito mais!

Aperte o Play e ouça o barulho da bicharada!

Ouça as outras partes!

Podcast de Diablo

Podcast de Diablo 2

O Podcast e Contato:

ASSINE NOSSO FEED

BICHOS GEEKS NO ITUNES

Subscribe on Android

Envie um e-mail: contato@bichosgeeks.com ou utilize a página de contato!

Dê um like na Page do Bichos Geeks no Facebook!

E visite o nosso (cativeiro) grupo de discussão no Facebook!

Siga o Bichos Geeks no Twitter! E no Insta!

Comentado neste podcast:

Imagens:

A casa de leilões de Diablo 3, com itens vendidos por dinheiro real (foi desativada em 2014)

Vídeos:

Gameplay de Marvel Heroes (em cujo desenvolvimento o Dave Brevik participou)

Gameplay de Champions Online (Da Cryptic Studios, para onde Bill Roper foi em 2009)

Todas as cutscenes de Diablo 3 + expansão

Sites e links variados:

Nossa review de Torchlight (projeto pós Diablo dos irmãos Schaefer, na Runic Games)

Mythos (da falecida Flagship Studios)

Gameplay de Hellgate London

Alguns nomes maravilhosos encontrados nos itens de Diablo.

Profecia do Fim dos Dias

Storm of Light, o livro que conta a história que acontece entre o fim de Diablo 3 e o começo de Reaper of Souls.

*Estamos preparando um post para vocês com todos estes livros e outros spin-offs do universo de Diablo. Aguardem, bichos!

Produção:

Pauta: Anebarone e Marcos Tirso

Edição: Anebarone e Smailin Stocker

 

About Marcos Tirso

O guaxinim e co-fundador do Bichos Geeks!
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

9 comments

  1. Bacana O podcast, eu preferi jogar de demon hunter e o monge. Eu ainda não adquiri a expansão, pois para mim, o final acaba ali mesmo. Não precisando de complementos

    1. Obrigada pelo comment, Leandro! Fazendo a pauta nós ficamos até com vontade de jogar mais o Reaper of Souls (eu nem tenho a expansão ainda), mas é verdade, gosto muito de como Diablo 3 já fecha muito bem a história com o final do jogo base, sem te obrigar a comprar a expansão.

  2. Nem joguei o Diablo 3.
    Ainda pretendo comprar e jogar… se a Steam deixar 😛
    E se nessa história toda é confirmado que o Diablo vai demorar muitos e muitos anos para voltar, eu não acharia legal se os jogos seguintes deixassem de ser Medievais. Se a Blizzard fazer do Diablo igual o que a Lionhead fez com o Fable não me parece bacana.

    1. Quando entrar em promoção na Battle.net te recomendo a pegar esse jogo. Tudo bem que as promoções de lá não são lááááááá essas coisas, mas… é o que tem pra hoje. Hahahaha

      Ah, vai ser difícil a Blizzard mudar tanto esse jogo. Ainda mais depois da encrenca que os fãs fizeram só porque o jogo estava mais “claro” do que os anteriores. Mudar do clima medieval seria pra uma galera ir na porta da Blizzard com tochas e ancinhos. Valeu pelo comment de sempre Leonn3s!

  3. Acabei a maratona da trilogia!

    Excelentes os 3 casts (ou seria só um grande cast?)

    Diablo 2 foi o que mais joguei da serie, jogava principalmente com meu irmão em lan. joguei com todas as classes e depois instalei uma porrada de mods!

    Diablo 3 eu já não tenho pc pra rodar, acabei pegando pra ps3, joguei MUITO e quando que a expansão não seria um DLC e sim um jogo novo eu larguei =/

    Dos 3 o que mais esta no meu coração é o 2 com a expansão. adorava jogar de paladino.

    no mais continuem com esse excelente trabalho. vou ouvir os outros casts agora .

    1. Diablo 2 foi o que eu menos joguei, mas também gostei. O preço dele na battle.net fica me seduzindo toda hora. Mas o Diablo que me acompanhou mais foi o 1º, que joguei no PC (muito), e depois no Play 1 (muito²). A cabrita criança teria achado engraçadíssimo ter a sua experiência nele online, ganhando itens hackeados que matam todos e com tudo ficando fácil até demais, ahahaha.

      Esses dias tb fiquei feliz pra caramba de ver que a dubladora da Crusader no 3 é a Mary Elizabeth McGlynn, que tem um currículo fantástico de dublagens e até músicas. Ela canta demais nas OSTs dos Silent Hills. Aí deu vontade de jogar a DLC como Crusader.

      Obrigada pelos comments! Ficamos super felizes de ver que tem mais um guaxinim curtindo os casts, ahahaha!

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.