Mega Man e os Chefes

Mega Mitologia – Os Chefes do Megaman Clássico e a Mitologia

Megaman é um clássico de ação já esquecido pela Capcom, mas nunca pelos fãs, e que possui mais de 100 títulos lançados (131, segundo a Capcom) em diversos consoles de várias gerações. E qualquer um que jogou algum jogo da série Megaman percebeu que parte do design dos chefes é baseado em objetos ou animais, como por exemplo Heat Man, baseado em um isqueiro e Snake Man, baseado em uma cobra. Mas também existem aqueles chefes com fundos históricos mais profundos do que simples objetos e elementos da natureza, alguns até nos deixavam com dúvidas, afinal, o que era um Yamato do Yamato Man? Daonde saiu o Tengu Man? Confira um pouco mais a origem e a história da origem de alguns chefes do Megaman Clássico:

Pharaoh Man (Megaman 4)

Pharaoh Man - Megaman
Pharaoh Man e a Máscara de Tutankamon. É até possível ver a semelhança na cara dos dois.

Pharaoh Man é um Robot Master criado pelo Dr. Cossack para explorar tumbas e pirâmides, dotado de grande agilidade e adaptabilidade ao escuro. Seu ataque é o Pharaoh Shot, uma esfera de fogo carregada com energia solar.

Seu design é baseado na máscara de Tutancâmon, o faraó da 18° Dinastia egípcia. E assim como a máscara original, Pharaoh Man possui em sua cabeça o Uraeus, um adorno em formato de cobra que simbolizava a soberania, a realeza, a invencibilidade e imortalidade dos faraós.

Seu ataque cria um pequeno sol, o que acaba também também com um fundo ligado aos faraós e à cultura egípcia. Além do sol ser um simbolo de grande importância, os egípcios acreditavam que os faraós eram divindades em forma humana, descendentes dos deuses Horus e posteriormente Ra, ambos patronos dos deuses egípcios e deuses do Sol.

Centaur Man (Megaman 6)

Centaur Man - Megaman
Centaur Man e o desenho de um centauro feito em um dos vaso usado para armazenar óleos na Grécia antiga.

Construído para servir como guia turístico de um museu arqueológico, Centaur Man foi modificado pelo Dr. Willy para batalhar contra Mega Man. Ele usa o Centaur Flash para paralisar o Mega Man, e também tem o poder de teleportar à curtas distâncias.
Centaur Man, como diz o próprio nome, tem como referência os centauros – criaturas pertencentes à mitologia grega. Um híbrido do corpo de um cavalo com um torso de um homem onde deveria estar a cabeça. Em sua natureza eram desordeiros, violentos e lascivos. Com exceção de Quíron, um centauro bondoso e extremamente inteligente que chegou até mesmo a ser amigo de Héracles (Hércules).

O cenário de Centaur Man no Mega Man 6 é a Ancient City, ruínas tecnológicas cheias de água, uma referência ao continente perdido de Atlândida. Atlântida foi uma ilha pertencente a uma lenda antiga descrita posteriormente pelo filósofo grego Platão em um de seus trabalhos. Atlântida era conhecida como uma potência naval que conquistou diversas regiões. Após falhar na tentativa de invasão da cidade de Atenas, seus habitantes se rebelaram contra os deuses. Então, para lhes ensinarem uma lição, os deuses inundaram o continente, destruindo cidades e vilas e colocando o continente no fundo do oceano.

No jogo Mega Man 2: The Power Fighters, uma de suas armas é o Centaur Arrow, uma clara referência à constelação de Sagitário. A constelação de Sagitário tem origem em uma das batalhas de Hércules contra os centauros. Após atirar uma flecha envenenada, um centauro é atravessado, e acaba perfurando Quíron (centauro citado anteriormente). O veneno usado por Hércules não possuía cura e, por ser filho direto de um titã, Quíron era imortal: Como resultado o veneno não o mataria, mas causaria dores incessantes. Quíron abriu mão de sua imortalidade para enfim morrer em paz. Tocado, Zeus o homenageou criando a constelação de sagitário (do latim Sagitta, que significa “Flecha.”)

Yamato Man (Megaman 6)

Yamato Man - Megaman
Yamato Man e uma típica armadura samurai com direito a um kabuto (capacete) bem parecido.

 

Yamato Man foi um robô criado pelo Dr. Willy especificamente para combate. Com design influenciado nas vestimentas de samurais japoneses, Yamato Man possui uma armadura leve para não influenciar na sua velocidade, mas acabou afetando sua defesa. Ele também carrega uma lança como arma e dispara sua ponta contra Mega Man, nunca a usando diretamente como uma lança deveria ser usada.

O Yamato de seu nome não provém de um objeto, animal ou criatura mitológica japonesa. Yamato é o nome dado para tribos ou etnias existentes no Japão por volta do século IV D.C. Yamato também refere-se à Dinastia Yamato, nome da Casa Imperial Japonesa, família de imperadores mais antiga do mundo, que data de 660 D.C e existe até hoje. Ou seja, para afirmar que ele é um robô japonês, não bastou seu design ser baseado nas armaduras samurais, seu nome também tem origem em raízes distantes da história do Japão.

Cloud man (Megaman 7)

Cloud Man - Megaman

Cloud Man foi um robô criado para controle do tempo, mas foi roubado e modificado pelo Dr. Willy, tendo seu equipamento para criação de chuva retirado e ampliando o poder do equipamento de criação de raios e ventos. Por não ter pernas, faz uso de um controle de gravidade para se locomover.

O design de Cloud Man possui uma leve semelhança à aparência de Raijin, o deus do trovão, do relâmpago e da guerra na mitologia japonesa. É possível ver isso nas bolas de para-raios presas em suas costas que, quando ligadas por um raio, lembram o arco que liga diversos tambores pertencentes à imagem de Raijin. E também pela presença de uma nuvem onde está localizado seu sistema de controle de gravidade.

Apesar de ser um deus, Raijin não é necessariamente bom. Segundo a lenda, ele adorava comer umbigos humanos. Então, em dias de tempestade, era comum os pais falarem para os filhos cobrirem os umbigos, senão Raijin os comeria. Outro ponto que mostra que ele não era “do bem” é que segundo a lenda, Raijin e Fuijin, deus do vento, eram demônios malvados e inimigos de Buda. Buda, então, ordenou a captura dos dois, onde, após diversas batalhas, os dois foram capturados e sentenciados a trabalhar para o céu.

Shade Man (Megaman 7)

Shade Man - Megaman
Shade Man e Cazmatoz, um dos deuses da mitologia Maia. Um deus bem assustador, por sinal.

Shade Man trabalhava como atração em uma casa dos horrores em um parque de diversões, até que foi sequestrado e modificado para combate pelo Dr. Willy. Sua arma é a Noise Crush, uma onda sonora extremamente destrutiva, criada inicialmente para hipnotizar outros humanos.

Com o visual adotado do folclore dos vampiros e de sua transformação em morcegos, Shade Man também se alimenta da essência vital de outras criaturas, mas ao invés de sangue, quer o óleo de outros robôs. Ele adota o tom do vampiro sofisticado e moderno de descrições encontradas na literatura como a de Drácula de Bram Stocker, misturado com o visual de demônios morcegos de lendas antigas, como por exemplo o deus Cazmatoz da mitologia Maia. Ainda com referências a morcegos, sua arma Noise Crush tem como influência o sistema de locomoção destes animais, que por não conseguirem enxergar muito bem passam a se movimentar com a ajuda de ondas sonoras, que ao ecoar em obstáculos retornam ao animal a posição dos objetos dos quais eles devem desviar.

Tengu Man (Megaman 8)

Tengu Man - Megaman

Tengu Man foi um robô experimental criado para gerar tufões artificiais, mas, assim como os outros, também foi modificado para batalha pelo Dr. Willy. Possui em seu braço uma arma com três lâminas que, depois de atiradas, giram em alta velocidade e criam o vento necessário para gerar um pequeno tornado.

Seu design e seu nome provém da figura mística do “homem pássaro” da mitologia japonesa, o Tengu. Os Tengu são criaturas meio homem, meio corvos, com longos narizes. Algumas figuras também tinham rostos de pássaros e eram conhecidos como grandes mestres marciais (alguém mais lembrou do Mr. Karatê da franquia Art of Fighting?) Tinham o poder de tomar uma forma humana, e assim como o Saci no folclore brasileiro, os Tengu gostavam da desordem e de pregar peças, mas eram um pouco mais radicais: Além do desaparecimento de objetos, eles também sequestravam crianças e adultos, colocavam fogo em templos e até incitavam a guerra.

O poder da criação de tornados e manipulação do vento do Tengu Man vem do leque mágico feito de penas e capaz de criar fortes ventos, carregados pelos Tengu. Outra característica mágica do leque era a capacidade de fazer crescer ou diminuir o nariz de qualquer um que cruzasse seu caminho.

Splash Woman (Megaman 9)

Splash Woman - Megaman

Com seu design claramente influenciado pelas sereias, Splash Woman foi o primeiro robot master feminino. Criada pelo Dr. Light para resgatar pessoas e navios perdidos no mar, Splash Woman tem uma linda voz e ama karaokê. Ela ataca cantando para peixes robôs e com seu Laser Trident, emitindo um laser forte o bastante para penetrar qualquer tipo de material.

As sereias são criaturas que participam do folclore de diversos países. São criaturas descritas como lindas mulheres, mas no lugar das pernas, possuem caudas de peixe. Suas vozes não servem para chamar outros peixes, como é o caso desse boss, mas sim para encantar tripulantes de navios, que ao ouvirem sua voz, mudavam o rumo das embarcações e acabavam por bater nos rochedos. Ou, em outras mitologias, usavam sua voz para atrair e afogar os desavisados que passavam perto de um rio no qual elas habitassem.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado.